Blog

Apresentação

cropped-14192671_219764601760273_3052805953543981888_n.jpg

Olá, leitor, sou mestre pelo PEQui-UFRJ (Programa de Pós-graduação em Ensino de Química da Universidade Federal do Rio de Janeiro) e montei esse blog, página e grupo do Facebook com a finalidade de fomentar o debate sobre o ensino de química para cegos e também em divulgar a ideia central do conteúdo da pesquisa da minha dissertação.
Esses três canais formam o meu produto final que é uma forma de discutir com a comunidade de professores de química a temática que envolve o meu projeto que vem a ser “a análise das áudio-descrições das imagens estáticas em livros didáticos”, tomando como exemplo um livro muito divulgado e aceito pelos professores: o “Química” da professora Martha Reis. Esse material é distribuído nacionalmente na Rede Pública, no atual PNLD (2014-2017).
Nesses espaços proponho algumas leituras, discussões e exercícios que conto com a resposta de todos que se sentirem a vontade de retornar com suas participações.
Então vamos começar essa conversa?

 

Como diluir álcool 96° ao álcool 70% – roteiro acessível

Este slideshow necessita de JavaScript.

Baixe o roteiro aqui: Como fazer álcool 70 para PcD

Será que um aluno ou filho com deficiência pode mexer com produtos químicos?

Lógico que pode, desde que com alguém responsável perto, com cuidado tudo pode.

É preciso muito cuidado com qualquer chama perto ao se manipular o álcool, porém resguardados das chamas e calor, quem manipula o álcool comercial pode ter benefícios desinfetantes imprescindíveis.

O legal é que a pessoa com deficiência terá noção sempre que pegar no álcool que ele é inflamável e vai ter cuidado de pegar sempre com alguém e nunca perto de fogões ou churrasqueiras, por exemplo.

É preciso sempre alertar para o perigo e repetir várias vezes, além de não deixar o álcool no alcance deles.

Porém, aprender a fazer é interessante para qualquer aluno com ou sem deficiência.

Quer um protocolo acessível de como diluir álcool 96° ao 70%?👍
Obs.: Nunca deixe um aluno, filho, ou seja, qualquer PcD (Pessoa com Deficiência) manuseando sozinho qualquer produto químico, por menos perigoso que pareça.

Álcool é um produto INFLAMÁVEL!

CUIDADO!

Apresentação de resumo expandido em Roda de Conversa na UERJ do TCC do curso de aperfeiçoamento de Educação Especial e Inclusiva CAPACITA Rede (Parceria CECIERJ e SEEDUC-RJ)

Segunda edição do curso de aperfeiçoamento em inclusão escolar forma 76 professores

Ciclo de Palestras sobre Inclusão e Acessibilidade (TCC em formato de resumo expadido)

https://quimicacessivel.files.wordpress.com/2020/01/ciclo_de_palestras_sobre_inclusao_e_aces.pdf

Calendário das Cientistas Negras Brasileiras 2020 – FIOCRUZ

 


Reportagem do Calendário das Cientistas Negras 2020 na GloboNews (incluindo 2 matemáticas) produzido pela Josy Santos

Link do calendário (GRATUITO): http://bit.ly/cientistasnegrasdobrasil

Link do YouTube para compartilhar com quem não tem Facebook: https://youtu.be/f7U2iZur6n4

 

Um calendário lindo homenageando cientistas negras de destaque.

Um calendário representando o valor da mulher negra na Ciência Brasileira.

Um calendário  que a organizadora foi orientada por uma mulher de divulgação científica negra (segue a lógica que só alguém negro sabe o que os negros podem sentir e ser invisibilizados).

Vamos baixar e distribuí-lo, pois está muito bem feito.

Segue o link abaixo:

Fonte: calendário-tcc-fiocruz-02-edição.pdf – Google Drive

Momento em que recebemos a o I Prêmio Paulo Freire ALERJ

Segue o link para o vídeo da cerimônia completa no IFCS-UFRJ: https://www.facebook.com/FlavioSerafiniPSOL/videos/441460883178278/

É com muita honra que reafirmo que esse prêmio é nosso. Da Minerva que me dá tanta força. É da UFRJ 100 anos e do protagonismo da mulher na ciência e educação, sobretudo na divulgação científica na área de inclusão e acessibilidade em ensino de química e agora, por que não no ensino de ciências?
Segue abaixo um pequeno protesto com o resumo e o capítulo de livro que descreve o projeto nas redes sociais que foram fruto da produto da minha dissertação no PEQui – IQ – UFRJ, no mestrado profissional que cursei:
Bem, como o nosso diploma foi apresentado com nome de autor errado, com nome do projeto errado e também suprimidos 2 autores, vou repassar o que mandei como resumo e links do projeto ganhador do I Prêmio Paulo Freire oferecido pela Comissão de Educação da Alerj – Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro na noite de premiação nos certificando no último dia 14 de novembro, no IFCS/ UFRJ Eventos acadêmicos (com direito a registro da TV Alerj e TV UERJ):
O capítulo que será submetido para avaliação da Comissão de Educação apresenta o produto final do mestrado profissional da professora Cristiana De Barcellos Passinato (Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro – Seeduc RJ e Instituto de Química da UFRJ / http://lattes.cnpq.br/4511971498276781) orientada pelo Dr. Rodrigo Volcan Almeida (IQ-UFRJ / http://lattes.cnpq.br/6424652558098121) e co-orientada pelo Dr. Waldmir Nascimento de Araújo Neto (IQ-UFRJ / http://lattes.cnpq.br/4908905422036211) – co-autores do projeto/produto final e capítulo apresentado nos links. Dito isso, o projeto consiste em um conjunto de redes sociais (um blog, grupo e fanpage no Facebook) que serve de instrumento para a comunicação intensa entre a autora e um grande público até então da área de educação em ciências, especificamente em química. Dentro dessas redes sociais ocorre uma troca mútua que orienta muitos professores e alunos de licenciatura. Os debates desenvolvidos são produzidos através da apresentação de atividades na área da Educação Especial e Inclusiva. Esse ambiente divulgou e ampliou tal diálogo na área da química. Como recorrência desse maior diálogo constata-se um maior interesse na promoção de acessibilidade em aulas dessa disciplina nas escolas, por exemplo. O impacto causado por esse projeto tem sido cada dia maior e mais surpreendente para os autores. Maiores detalhes no portfólio (links a seguir).
Links:
https://quimicacessivel.wordpress.com/…/capitulo-7-quimica…/
https://quimicacessivel.files.wordpress.com/…/revista-iq-gr… https://drive.google.com/…/1PKv5Qy0ZTfggndHkkyCTmz_Or_…/view https://drive.google.com/…/1orn4YGuuouj-mWko2egfGGNuZm…/view
Cristiana de Barcellos Passinato
MSc. em Ensino de Química PEQui-UFRJ
Especialista em Políticas Públicas e Projetos Socioculturais em Espaços Escolares CESPEB-FE-UFRJ
Doutoranda do curso de Educação, Gestão e Educação em Biociências – IBqM – UFRJ
Aluna do curso de Especialização em Acessibilidade Cultural do Depto de Terapia Ocupacional/Faculdade de Medicina-UFRJ
Professora Docente I
C. E. Dunshee de Abranches
Mat. SEEDUC RJ: 09666967
Técnica em Laboratório
SIAPE: 1763757
Comissão de Acessibilidade
Direção-IQ-UFRJ
Tel.: 3938-715
Cel.: 98601-9440

Minha apresentação oral sobre o trabalho Tech! Pop! Tudo! da roda de conversas do II EREQ-2019

Participei do II EREQ – 2019 em Resende-RJ de uma roda de conversas que, inclusive pedi para coordenar, pois sabia que seria produtivíssima, como assim o foi.

Um colega querido, o Henrique Miranda, também orientado pelo professor Rodrigo Volcan Almeida registrou em vídeos o momento e compartilho minha fala com os leitores de nosso blog: